Democratizar a inovação: Como capacitar as pessoas para inovar6 min de leitura

democratizar a inovação

A inovação é a chave para o sucesso nos mercados competitivos e dinâmicos de hoje. Mas quem são os inovadores e como podem ser apoiados? Tradicionalmente, a inovação tem sido vista como o domínio de especialistas, investigadores e fabricantes que desenvolvem novos produtos e serviços para os clientes. No entanto, esta visão está a mudar à medida que cada vez mais utilizadores e funcionários se envolvem no processo de inovação, criando soluções que se adaptam às suas próprias necessidades e preferências. É a isto que chamamos democratizar a inovação.

O que é a Democratização da inovação?

Democratizar a inovação significa que os empregados, clientes e utilizadores de produtos e serviços, tanto empresas como consumidores individuais, podem partilhar ideias e, por vezes, até ajudar a desenvolver o que precisam. Significa também que os empregados das organizações são encorajados a partilhar as suas ideias, a colaborar com outros para enriquecer e pontuar ideias e a experimentar novas formas de trabalhar. Democratizar a inovação tem muitos benefícios, tais como:

  • Aumentar a satisfação e a fidelidade dos funcionários/clientes, oferecendo soluções personalizadas e customizadas
  • aumentar a diversidade de ideias (Crowdsourcing)
  • Melhor tomada de decisões (sabedoria da multidão)
  • Envolver os empregados e os clientes no desenvolvimento de uma estratégia inovadora.
  • Aumentar o empenho e a motivação dos trabalhadores, dando-lhes mais autonomia e propriedade sobre o seu trabalho
  • Melhorar o desempenho e a competitividade das organizações através da promoção de uma cultura de aprendizagem e adaptação
  • Estimular o impacto social e ambiental, respondendo a necessidades e desafios não satisfeitos na sociedade

Democratizar a inovação é a ideia de que a inovação não é apenas o domínio de especialistas, empresas ou governos, mas também de pessoas comuns que podem participar na criação, partilha e utilização de novas soluções para responder às suas necessidades e desafios. A democratização da inovação pode assumir muitas formas, tais como campanhas em que os funcionários e os clientes são convidados a participar, inovação aberta, ciência cidadã, cultura maker, inovação social e design orientado para o utilizador. A democratização da inovação pode ter muitos benefícios, como o aumento da diversidade de ideias, a capacitação das comunidades, a promoção da colaboração e da aprendizagem e a resolução de problemas negligenciados ou ignorados pelos principais actores. No entanto, a democratização da inovação também enfrenta muitos desafios, como o de garantir a qualidade, a sustentabilidade, a escalabilidade, a acessibilidade e a ética das inovações, bem como o de equilibrar os interesses e os direitos das diferentes partes interessadas envolvidas no processo de inovação.

Exemplos de democratização da inovação

Democratizar a inovação é a ideia de que a inovação pode ser impulsionada por um vasto leque de actores, e não apenas por especialistas ou elites, e que pode beneficiar a sociedade como um todo, e não apenas alguns. Alguns exemplos pragmáticos de democratização da inovação são:

  • A inovação aberta refere-se a uma situação em que uma organização não depende apenas dos seus conhecimentos e recursos internos para inovar. Em vez disso, procura ativamente fontes externas para impulsionar a inovação.
    • Inovação aberta de entrada: Nesta abordagem, as organizações obtêm e adquirem conhecimentos especializados do exterior. Analisam o ambiente externo em busca de novas informações, identificam ideias promissoras e incorporam-nas internamente.
    • Inovação aberta de saída: A inovação outbound centra-se na comercialização e captação de ideias desenvolvidas internamente no ambiente externo. Isto pode envolver a revelação selectiva de um produto a jornalistas, a venda de tecnologia ou serviços a clientes para obter feedback, ou outros movimentos estratégicos.
  • Sabedoria da multidão - refere-se à opinião colectiva (pontuação e seleção) de um grupo diversificado (independente) de indivíduos, em vez de se basear apenas na opinião de um único perito. Por exemplo, um grupo de peritos em vez de 1 perito ou um grupo de empregados/clientes em vez de um perito ou um gestor.
  • Crowdfunding: Trata-se de um método de angariação de fundos para um projeto ou uma causa junto de um grande número de pessoas, normalmente através da Internet. Qualquer pessoa pode propor uma ideia, estabelecer um objetivo e oferecer recompensas aos apoiantes. O crowdfunding pode permitir a empresários, artistas e inovadores sociais aceder a recursos e apoio de uma comunidade global, bem como testar e validar as suas ideias.
  • Ciência cidadã: Trata-se de uma forma de investigação científica que envolve a participação de cientistas não profissionais, como amadores, estudantes ou activistas. Estes podem contribuir para a recolha, análise ou divulgação de dados utilizando várias ferramentas e plataformas. A ciência cidadã pode aumentar o âmbito, a escala e a relevância do conhecimento científico, bem como capacitar e educar o público.

Como democratizar a inovação na sua organização

Democratizar a inovação não é fácil. Requer uma mudança de mentalidade, cultura e práticas que permitam aos utilizadores e funcionários participar no processo de inovação. Aqui estão alguns passos que pode dar para democratizar a inovação na sua organização:

  • Identifique e compreenda os seus empregados, clientes, utilizadores, etc.. Utilize inquéritos, entrevistas, observações e feedback para conhecer as suas necessidades, preferências, problemas e aspirações. Envolva-os na co-criação de soluções que se adaptem aos seus contextos e objectivos.
  • Fornecer ferramentas e recursos que facilitem a inovação dos utilizadores e dos funcionários. Ofereça plataformas, tecnologias, formação e apoio que permitam aos utilizadores e funcionários aceder a informações, comunicar, colaborar, criar protótipos, testar e implementar as suas ideias.
  • Reconhecer e recompensar a inovação dos utilizadores e dos trabalhadores. Reconhecer as contribuições dos utilizadores e dos trabalhadores para o processo de inovação. Celebre os seus sucessos, aprenda com os seus fracassos e ofereça incentivos para uma melhoria contínua.
  • Integrar a inovação dos utilizadores e dos trabalhadores na sua estratégia. Alinhe a sua visão, missão, valores e objectivos com as necessidades e aspirações dos seus utilizadores e empregados. Incorpore as suas ideias e feedback na sua tomada de decisões e planeamento.

Como é que a Accept Mission pode ajudar a democratizar a inovação

A Accept Mission é uma plataforma que o ajuda a democratizar a inovação na sua organização. Permite-lhe:

  • Realizar campanhas de inovação em linha (missões) que envolvam os seus utilizadores e colaboradores na geração, avaliação e seleção de ideias para novos produtos, serviços, processos ou modelos de negócio
  • Processo de decisão em grupo para pontuar e selecionar as melhores ideias de inovação.
  • Gerir projectos de inovação que permitam aos seus utilizadores e funcionários colaborar com peritos externos para desenvolver, criar protótipos, testar e lançar as suas ideias
  • Monitorizar portfólios de inovação em linha que acompanham o progresso, o impacto e o valor das inovações dos seus utilizadores e colaboradores
  • Aprenda competências de inovação em linha que equipam os seus utilizadores e funcionários com os conhecimentos, métodos, ferramentas e melhores práticas para uma inovação bem sucedida
pontuação da casa e selecionar

pontuação da casa e selecionar

O Accept Mission foi concebido para tornar a inovação divertida, fácil, acessível e eficaz para todos. Ajuda-o a libertar o potencial criativo dos seus utilizadores e colaboradores e a criar valor para a sua organização.

Se quiser saber mais sobre como a Accept Mission pode ajudá-lo a democratizar a inovação na sua organização, reserve uma demonstração com um dos nossos especialistas ou iniciar um ensaio do software.

Publicado em: Fevereiro 6th, 2024Categorias: Accept Mission platform, Decision making, Idea generation, Idea management

Publicações relacionadas

Neste artigo

Software de gerenciamento de ideias

Software de ideias e inovação

"Capacitar os inovadores da forma mais divertida"