O guia definitivo para um fluxo de trabalho de inovação bem-sucedido13 min de leitura

A inovação é o que mantém todas as organizações vivas. Permite às empresas manterem-se à frente da concorrência e criar valor para os seus clientes.

No entanto, a inovação é não é um acontecimento único ou uma ocorrência aleatória. É um processo sistemático que requer um planeamento, execução e avaliação cuidadosos - exigindo um fluxo de trabalho de inovação robusto.

Neste blogue, vamos explorar o que é um fluxo de trabalho de inovação, porque é importante e como conceber e implementar um para os seus próprios projectos de inovação.

Vamos começar.

O que é um fluxo de trabalho de inovação?

O fluxo de trabalho da inovação pode ser considerado uma conduta ou funil que conduz as ideias e actividades inovadoras desde as suas fases iniciais até à sua conclusão.

Na automatização do fluxo de trabalho, pode pensar-se no fluxo de trabalho de inovação como o processo de porta de fase, que é uma série de portas ou pontos de controlo que ajudam a mover os projectos de inovação ao longo do funil de inovação.

Cada porta representa um ponto em que as equipas de inovação devem avaliar o seu progresso e determinar se devem ou não passar à fase seguinte.

Assim, o objectivo final de um fluxo de trabalho de inovação é orientar novas ideias através das várias fases do funil até atingir a linha de chegada - o ponto em que uma nova solução está pronta para ser lançada.

Em suma, estas iniciativas de inovação passam por várias tarefas que servem de trampolim para que estes conceitos fornecer o maior valor tanto para a organização como para os seus clientes.

Em cada fase, as equipas de inovação devem avaliar se as ideias e soluções apresentadas satisfazem os critérios necessários para a implementação.

Essencialmente, este processo formalizado para a gestão de ideias garante que é capaz de atribuir os seus recursos de forma eficiente, mantendo cada um dos seus projectos dentro do orçamento e do calendário.

No entanto, os fluxos de trabalho de inovação não são rígidos ou fixos. É possível personalizá-los para se adequarem a diferentes tipos de projectos, equipas, indústrias e contextos.

Benefícios de um fluxo de trabalho para a inovação

Um fluxo de trabalho de inovação pode trazer muitos benefícios para a sua organização e para os seus projectos. Eis algumas das principais vantagens da utilização de um processo racionalizado para a inovação:

Abordagem estruturada

Cada fluxo de trabalho de inovação fornece uma abordagem estruturada para a gestão de projectos de inovação, o que ajuda as equipas a realizarem actividades de inovação que satisfazem verdadeiramente os seus objectivos.

Ao seguir um processo claro e consistente, pode evitar confusão, duplicação, ambiguidade e duplicação de esforços enquanto organização.

Também é possível manter todos os projectos alinhado com os seus objectivos e estratégias organizacionaisou concentrar-se nos aspectos mais importantes do projecto e evitar distrair-se com actividades irrelevantes ou de baixo valor.

Por exemplo, um fluxo de trabalho de inovação pode ajudar a sua equipa a

  • Definir o problema que estão a tentar resolver
  • Identificar as necessidades dos clientes que estão a tentar satisfazer
  • Gerar e seleccionar ideias que correspondam a essas necessidades
  • Desenvolver e testar protótipos que demonstrem esses conceitos, e
  • Lançar e dimensionar soluções que proporcionem valor aos clientes

Atribuição eficiente de recursos

Dividir o processo de inovação em fases ou gates designa melhor os recursos para cada fase. Para além de poder aumentar a eficiência, pode também concentrar-se nas ideias mais promissoras e eliminar as que não são exequíveis ou viáveis.

Desta forma, pode evitar perder tempo, dinheiro ou esforço em projectos que não contribuirão para o seu crescimento e progresso enquanto organização.

Por exemplo, a criação de uma sede organizacional para as suas actividades de liberdade criativa pode ajudar a empresa a dedicar meios suficientes às fases iniciais dos projectos de inovação. Desta forma, os empregados podem explorar muitas ideias e experimentar protótipos de baixo custo.

Também pode ajudar todos os membros da equipa a aprender e a falhar rapidamente sem gastar muito dinheiro ou tempo.

Depois, a marca pode determinar o apoio que deve dar às fases posteriores do projecto, onde pode aperfeiçoar e validar as soluções com mais confiança e certeza.

Melhoria da tomada de decisões

O processo de stage gate fornece um quadro para avaliar os progressos e compreender se é adequado, em todos os aspectos e com todos os factores considerados, avançar para as fases subsequentes da concretização de uma determinada ideia.

Desta forma, as suas decisões relacionadas com a inovação são com base em dados e análises em vez de intuição ou adivinhação.

Enquanto gestor da inovação, pode também incluir critérios como o feedback dos clientes, o potencial de mercado, a viabilidade técnica, a viabilidade financeira e o alinhamento estratégico para avaliar o valor e a viabilidade de cada ideia ou conceito.

Para além de incorporar o feedback das partes interessadas, dos especialistas e dos clientes para validar os pressupostos e promover o aperfeiçoamento geral.

Especificamente, um fluxo de trabalho de inovação contribui para tomar decisões informadas sobre quais as ideias a seguir e quais as que devem ser descartadas.

Com investigação, testes e ensaios suficientes para avaliar até que ponto as suas ideias satisfazem as necessidades e expectativas dos clientes, a equipa pode também utilizar dados de estudos de mercado, análise da concorrência, análise de custo-benefício e análise de casos de negócios.

Desta forma, todos podem avaliar a eficácia das vossas ideias adequação às oportunidades do mercado e estratégias organizacionais.

Maior colaboração

Com um fluxo de trabalho de inovação, pode promover a comunicação entre os membros da equipa, mantendo todos envolvidos num objectivo comum.

Você pode partilhar ideias, percepções e comentários uns com os outros e tirar partido das diversas competências e perspectivas acumuladas.

Além disso, pode também envolver outras partes interessadas, como clientes, parceiros ou especialistas, e solicitar os seus comentários e contributos, melhorando a qualidade e a relevância das suas soluções.

De um modo geral, isto pode criar um sentido de propriedade e de compromisso entre todas as partes envolvidas no projecto.

Com um fluxo de trabalho de inovação implementado, pode ajudar a promover a colaboração dos funcionários em todas as funções e departamentos da organização.

A equipa pode também colaborar com parceiros externos, tais como fornecedores, distribuidores e consultores, fornecendo recursos ou conhecimentos valiosos para o projecto ou co-criação serviços e soluções.

Melhor gestão dos riscos

Ao identificar potenciais riscos e desafios em cada fase do processo de inovação, a sua equipa pode mitigar esses riscos e antecipar ou preparar-se para eventuais alterações ou imprevistos que possam surgir durante o ciclo de vida do projecto.

Todos podem testar as suas ideias e conceitos numa fase inicial para reduzir a incerteza e as taxas de insucesso. Desta forma, pode evitar erros e atrasos dispendiosos que podem comprometer o êxito do projecto.

Tempo de colocação no mercado mais rápido

Um roteiro claro acelera o ciclo de desenvolvimento e evita atrasos ou retrabalho.

Além disso, a validação de ideias e conceitos com os clientes e as partes interessadas pode contribuir para satisfazer as necessidades e expectativas dos clientes.

O lançamento de iniciativas por fases ou iterações pode ajudá-lo a aprender com os contributos dos clientes, permitindo-lhe aperfeiçoar as suas soluções em conformidade.

Para explicar melhor, um fluxo de trabalho de inovação também ajuda as equipas de inovação a lançar um produto mínimo viável (MVP) que tem as principais características e benefícios da sua solução, mas com um custo e complexidade mínimos.

A equipa pode então testar o MVP com clientes reais e recolher feedback sobre o seu desempenho e usabilidade, e depois utilizar esse feedback para melhorar ou dinamizar para uma solução diferente, se necessário.

Isto conduz a uma versão mais refinada da solução que proporciona mais valor aos seus clientes.

Como criar um fluxo de trabalho de inovação bem sucedido

Criar um fluxo de trabalho de inovação requer uma abordagem sistemática e disciplinada para gerir projectos de inovação desde a ideia até à implementação.

Nesta secção, vamos mostrar-lhe como construir um fluxo de trabalho de inovação bem sucedido utilizando seis passos:

1. Localização de problemas

Encontrar um problema significa identificar uma questão que precisa de ser resolvida. Isto pode ser feito através de diferentes métodos de investigação, como entrevistas, grupos de discussão, inquéritos e muitos outros.

O objectivo desta fase é compreender as necessidades, as dores e os desejos dos seus clientes e partes interessadas, e definir a declaração do problema de forma clara e concisa.

2. Encontrar uma solução

A procura de uma solução envolve a determinação de potenciais métodos e meios para resolver o problema. Explore diferentes técnicas de brainstorming, como as que estão escritas neste blogue.

O objectivo desta fase é gerar o máximo de ideias possível sem as julgar ou filtrar.

Depois, pode seleccionar as mais promissoras com base em critérios como a exequibilidade, a conveniência e a viabilidade.

3. Experimente

Experimentar é testar a viabilidade da solução. Realize diferentes técnicas experimentais, como testes A/B e testes de usabilidade.

Isto deve ajudá-lo validar ou invalidar os seus pressupostos e hipóteses sobre a solução, que inclui os KPIs necessários para medir o seu desempenho e impacto.

4. Plano de Negócios

Crie um plano de negócios para a solução que encontrou, utilizando diferentes técnicas como a análise SWOT, o modelo de negócio canvas, etc.

Tenha em conta que o objectivo desta fase é definir a proposta de valorA análise do mercado-alvo, dos fluxos de receitas, da estrutura de custos e dos principais recursos da sua solução e a avaliação da sua viabilidade financeira e alinhamento estratégico.

5. Desenvolvimento

Pesquise diferentes técnicas de desenvolvimento de produtos e aplique a que melhor se adequar ao produto, processo ou serviço que pretende implementar.

Métodos como o desenvolvimento ágil, scrum e outros ajudam a construir um produto mínimo viável (MVP) que possui as principais características e benefícios da sua solução, mas com poucos custos e complexidades.

6. Entrega

Implemente o que desenvolveu na etapa 5. Pode fazê-lo através de diferentes técnicas de distribuição, como os testes beta e o lançamento do produto.

Certifique-se de que aplica as estratégias de marketing correctas para que a sua solução chegue aos seus clientes e os incentive a utilizá-la ou comprá-la.

Depois, recolha feedback sobre o seu desempenho e usabilidade.

Utilize um software de inovação poderoso para racionalizar o seu fluxo de trabalho de inovação

Seguindo estes seis passos, pode construir um fluxo de trabalho de inovação bem sucedido que o pode ajudar a gerir os seus projectos de inovação de forma mais eficaz.

Contudo, construir não é suficiente.

Também precisa de uma ferramenta de inovação poderosa que o possa ajudar a simplificar o processo para que se torne mais colaborativo, transparente e orientado por dados quando aplicado.

É por isso que recomendamos a utilização de um software de inovação que o possa ajudar em todas as fases do processo.

Com a Accept Mission, pode criar sessões de brainstorming em linha envolventes com elementos de gamificação e gerir ideias com funcionalidades de votação e comentários.

Com a nossa tecnologia, pode colaborar com pessoas dentro e fora da organização, lançar projectos com as ferramentas de gestão certas e acompanhar e medir os seus resultados de inovação através de painéis de controlo e relatórios online.

Isto permite-lhe inovar mais rapidamente, melhor e de forma mais inteligente.

Utilize o Accept Mission para optimizar o seu fluxo de trabalho de inovação. Livro uma demonstração connosco hoje.

Publicado em: Abril 14th, 2023Categorias: Innovation strategy

Publicações relacionadas