A inovação é fundamental para o sucesso a longo prazo de uma empresa. A inovação bem-sucedida pode resultar em vendas de novos produtos, aumento de receita ou eficiência aprimorada.

Esses benefícios ajudam uma empresa a se manter à tona em climas econômicos e de negócios difíceis, como recessão ou depressão.

É por isso que é importante entender as diferentes fases da inovação e como todas as fases funcionam juntas para ajudar uma empresa a obter uma vantagem.

Neste artigo, você aprenderá as diferentes etapas do processo de execução da inovação para colocar seu próprio processo em ordem.

Vamos começar.

Quais são os vários modelos de gestão de projetos de inovação?

Existem vários tipos de modelos de gestão de projetos de inovação. Na realidade, existem vários tipos de modelos que podem ser usados para diferentes processos, incluindo inovação, design, marketing e outros.

No entanto, vamos nos concentrar em três principais modelos de inovação neste post.

1. Portão do Palco

O modelo Stage-Gate é um método para avaliar o valor comercial de um projeto de inovação durante todo o ciclo de vida da inovação.

O funil é dividido em estágios, cada um dos quais é chamado de “estágio”. Cada estágio do funil é chamado de “portão”.

As 6 fases de todo o ciclo de vida da inovação [Etapas]<span class="wtr-time-wrap after-title"><span class="wtr-time-number">11</span> min de leitura</span>

Há uma avaliação entre os portões para ver se o projeto deve continuar ou não. Três coisas são avaliadas antes que um projeto passe por outro portão.

Estes são os seguintes:

  • Tudo está sendo feito no estágio atual?
  • O projeto de inovação ainda vale a pena em termos de valor comercial ou business case?
  • Existe um plano claro para a próxima etapa?

A abordagem Stage-Gate é comumente usada no desenvolvimento de novos produtos. No entanto, também pode ser aplicado a outras formas de inovação. Por outro lado, algumas das avaliações podem precisar ser alteradas para se adequarem ao tipo específico de inovação.

2. Inicialização enxuta

A startup enxuta é uma abordagem de inovação que enfatiza a velocidade, a interação com o cliente e o aprendizado, com base em feedback do cliente.

O objetivo do modelo Lean Startup é criar um produto mínimo viável (MVP) para que possa ser testado com os clientes o mais rápido possível.

As 6 fases de todo o ciclo de vida da inovação [Etapas]<span class="wtr-time-wrap after-title"><span class="wtr-time-number">11</span> min de leitura</span>

A metodologia por trás dessa abordagem tem três fundamentos:

  1. Construir
  2. A medida
  3. Aprender

Como o produto mínimo viável é entregue aos clientes mais cedo, a empresa pode identificar mais rapidamente o que é eficaz e quais elementos melhorar. A equipe poderá obter muito mais dos comentários dos consumidores.

Como resultado dos ciclos de desenvolvimento mais rápidos, as organizações poderão lançar protótipos operacionais mais rapidamente no mercado. Ou seja, as empresas poderão testar suas ideias e avance itens melhores usando menos dinheiro.

3. Design Thinking

O modelo Design Thinking é uma abordagem centrada no ser humano para a inovação que requer uma compreensão dos consumidores e suas necessidades.

O objetivo é criar soluções inovadoras por meio do desenvolvimento de produtos, serviços, sistemas ou campanhas. O papel do inovador nesse processo é crucial, pois ajudará a determinar onde melhorias podem ser feitas para satisfazer as necessidades do cliente.

As 6 fases de todo o ciclo de vida da inovação [Etapas]<span class="wtr-time-wrap after-title"><span class="wtr-time-number">11</span> min de leitura</span>

A seguir estão os quatro princípios do modelo de Design Thinking:

  1. A regra humana
  2. A regra da ambiguidade
  3. A regra do redesenho
  4. A regra da tangibilidade

Muitas empresas bem-sucedidas usam a abordagem Design Thinking – que fornece uma maior ROI. Além disso, como essa técnica é centrada no usuário, ela aumentará a fidelidade e a retenção do cliente.

O Design Thinking também incentiva a inovação na empresa. Uma vez que se concentra em testar e refutar preconceitos, ajudará a criar um cultura de inovação robusta em todo o negócio.

Se você quiser saber mais sobre os funis de inovação, escrevemos um artigo mais guia completo sobre cada modelo. Sinta-se à vontade para ler mais sobre isso em nosso site.

O Processo do Estágio de Execução da Inovação

O processo da etapa de execução da inovação pode ser utilizado tanto por pequenas e grandes empresas, quanto por projetos de inovação mais complicados e menos complexos. Geralmente é o gerente de inovação quem supervisiona esse processo.

O processo de inovação deve ser o mais simples possível.

As 6 fases de todo o ciclo de vida da inovação [Etapas]<span class="wtr-time-wrap after-title"><span class="wtr-time-number">11</span> min de leitura</span>

As três primeiras fases são conhecidas como Fuzzy Front End. Ela é descrita como “difusa” já que a solução real ainda está confusa nas bordas e ainda não foi definida.

Estes são críticos para identificar o problema real e gerenciar o processo de chegando com ideiasescolhendo os melhores, e construir uma solução viável que possa ser implementada nas últimas três fases.

As três primeiras fases geralmente podem ser concluídas em semanas. Você deve obter permissão do gerente de inovação ou o conselho de inovação para avançar de um estágio para o seguinte.

1. Localização de problemas

A maioria das organizações pula essa etapa – mas é a fase mais importante para o sucesso da inovação. Eles sentem que não é importante e preferem encontrar uma solução única.

Nesta fase, reserve um tempo para descobrir qual é o problema principal sem assumir nada.

O resultado é uma “tela de problema” validada, que inclui uma “declaração de problema”. Você pode usar esse método para rastrear como o resultado de cada etapa se compara ao problema inicial.

Baixe sua própria tela de problemas e outras ferramentas de inovação aqui.

A declaração inicial do problema é muito importante porque determinará como a organização decide qual produto/serviço produzir, como será testado e quem é o cliente-alvo.

Todas essas informações ajudarão a direcionar para onde o negócio avança nas fases de inovação.

2. Encontrando a Solução

Nesta fase, você deve trazer o maior número possível de ideias de uma ampla variedade de fontes (funcionários, clientes, partes externas e outras partes interessadas).

O valor “tela de proposta” é útil para orientar o desenvolvimento de uma ideia.

Baixe sua própria tela de propostas e outras ferramentas de inovação aqui.

A maioria das empresas gera poucas ideias e começa muito rapidamente, sem realmente pesquisar muitas alternativas ou escolher a abordagem ideal.

UMA boa sessão de brainstorming com as pessoas certas e um facilitador competente pode produzir centenas de ideias em poucas horas.

A saída deste estágio deve ser uma lista de ideias viáveis para teste.

3. Experimente

Nesta fase, as melhores ideias são testadas de várias maneiras para determinar sua viabilidade e se é necessário ou não um estudo mais aprofundado.

O teste pode revelar mais ideias, ou pode mostrar que uma ideia é a melhor. Você deve escolher um tipo de experimento para cada projeto de inovação.

A viabilidade técnica deve ser considerada, bem como testar a viabilidade jurídica e financeira. Isso eventualmente leva a uma prova de conceito.

Dependendo do tipo de ideia, você pode querer testar seu benefício comercial, potencial operacional e/ou viabilidade financeira. Se a ideia for baseada em software, existem diferentes áreas que precisam ser testadas.

Os resultados de um projeto experimental são uma ideia finalizada ou a conclusão de que é necessário mais trabalho.

4. Plano de Negócios

Um caso financeiro será construído após um experimento bem-sucedido e incluirá o quadro financeiro completo.

Durante esta fase, você usará os resultados das fases anteriores para chegar a um caso de negócios estimado.

Um plano de negócios formal deve ser construído para cada boa ideia que avança em fases de inovação.

Deve incluir análise de mercado e informações sobre concorrentes, bem como uma abordagem detalhada de como o produto/serviço será feito, vendido e suportado.

Um bom plano de negócios economizará tempo, dinheiro e recursos, evitando possíveis armadilhas antes que elas ocorram. Feito corretamente, é mais eficiente do que tentativa e erro.

Um esboço para um bom plano de negócios inclui os seguintes elementos:

  • Introdução à empresa, indústria e produto/serviço
  • Pesquisa de mercado (análise SWOT)
  • Projeções financeiras (para 3-5 anos)
  • Suposições críticas

As descobertas do experimento, o caso de negócios e o plano de desenvolvimento para implementação e entrega são elementos essenciais no processo de desenvolvimento da inovação.

O desenvolvimento da inovação pode então começar.

5. Desenvolvimento

O desenvolvimento da inovação é guiado por uma visão clara do resultado esperado, com base na própria inovação.

Essa visão deve ser específica e bem definida.

Se a inovação envolve novos tecnologia, é muito importante planejar com antecedência as limitações tecnológicas que você pode encontrar.

Também é crucial determinar quem fará e entregará o produto/serviço se for software, ou que tipo de pesquisa será necessária se for baseado em produtos químicos.

Durante o desenvolvimento, você deve planejar toda a proposta de valor (que tende a ser esquecida) e identificar como seu produto/serviço será utilizado de forma prática.

Uma parte importante desta etapa é identificar onde você fabricará o produto/serviço ou o adquirirá de outra empresa.

A meta é verificada regularmente pelo público-alvo, stakeholders e patrocinadores.

6. Entrega

O objetivo é que a solução seja colocada em ação e implementada.

A solução pode ser um novo produto ou serviço – ou pode ser um programa educacional, campanha de marketing, iniciativa de treinamento e assim por diante.

Um piloto geralmente é realizado antes que o produto real seja entregue aos consumidores/usuários finais. Quando o consumidor valoriza o resultado em 8 ou mais, é hora de entregar.

Também é importante planejar como você envolver os clientes e parceiros no processo de entrega.

Algum projetos de inovação são feitas com grupos específicos em mente (por exemplo, o governo ou moradores locais), o que significa que a comunicação é essencial para o sucesso.

Você pode precisar fazer modificações assim que a solução estiver em vigor ou talvez precise apenas fazer mais trabalho de desenvolvimento.

Coloque seu processo de inovação em ordem

As etapas da inovação devem ser seguidas em ordem.

Cada projeto é diferente. Algumas fases podem exigir mais tempo do que outras, dependendo do que você está trabalhando.

Cada uma das fases requer uma contribuição considerável de uma grande variedade de pessoas, e é por isso que você deve manter as linhas de comunicação abertas ao longo de cada fase.

Uma coisa importante a lembrar é que a inovação se desenvolve e muda ao longo do tempo. À medida que um projeto termina e outro começa, é necessário atualizar sua visão para onde você deseja levar sua ideia no futuro.

As fases da inovação não são fáceis, mas levam a resultados bem-sucedidos.

A propósito, publicamos recentemente um e-book de inovação, que discute estrutura de inovação, cultura e sprints, de forma mais detalhada. É totalmente gratuito, então não deixe de conferir.