Como inovar em empresas híbridas: Quebrando o molde15 min de leitura

Como inovar em empresas híbridas: Quebrando o molde

A pandemia acelerou a adopção de modelos de trabalho à distância e híbridos. Actualmente, as empresas híbridas combinam o melhor dos dois mundos: a flexibilidade e independência do trabalho remoto e a colaboração e concentração do trabalho presencial.

Mas como podem as empresas híbridas promover uma cultura de inovação e crescimento nesta nova realidade?

Nesta publicação do blogue, vamos explorar as vantagens e os desafios do trabalho híbrido e partilhar algumas ideias sobre como inovar em empresas híbridas.

Vamos começar.

O que são empresas híbridas?

As empresas híbridas são organizações que permitem aos seus empregados escolher onde, quando e como trabalham.

Não são totalmente remotas nem totalmente presenciais. Pelo contrário, oferecem uma gama de opções e cenários para diferentes tipos de trabalho e preferências.

As empresas híbridas reconhecem que há não existe uma solução única para o trabalho e que diferentes tarefas e projectos podem exigir diferentes modos de colaboração e comunicação.

Por conseguinte, estas organizações adoptam várias políticas e práticas para permitir que os seus empregados trabalhem de forma eficaz e eficiente em diferentes locais e fusos horários.

Fornecem as ferramentas de comunicação virtual adequadas e outras tecnologias necessárias para apoiar as suas necessidades de modelo de trabalho híbrido.

Vantagens das empresas híbridas

As empresas híbridas oferecem muitas vantagens. Algumas delas incluem:

1. Flexibilidade de tempo e lugar

Tal como os trabalhadores remotos, os trabalhadores de modelos de trabalho híbridos podem escolher quando e onde funcionam melhor de acordo com as suas necessidades pessoais e profissionais.

Isto melhora o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal, a produtividade, a satisfação e o bem-estar.

2. Independência de pensamento

Quando as equipas de inovação são colocadas num local de trabalho híbrido, têm mais autonomia e propriedade sobre o seu trabalho, uma vez que estão menos limitadas por horários e hierarquias rígidos.

De facto, ganham um sentimento de podercriatividade e inovação - conduzindo a perspectivas e ideias mais diversificadas.

3. Aumento da colaboração

Uma das melhores coisas de trabalhar numa organização híbrida é o facto de poder colaborar com qualquer pessoa, em qualquer lugar e a qualquer momento, utilizando várias ferramentas e plataformas digitais.

Isto pode melhorar a aprendizagemCapacidade de trabalhar em equipa, em rede e na resolução de problemas.

Além disso, o aumento da colaboração digital também resulta em geração de ideias mais rica, ideias novas e brilhantes, e projectos de elevada qualidade.

Como resultado, as organizações tirar partido da inteligência e dos conhecimentos colectivos dos seus empregados em diferentes funções e regiões.

4. Melhoria da concentração

Tal como os trabalhadores remotos, as pessoas que trabalham num escritório híbrido podem evitar as distracções e interrupções do ambiente de trabalho se quiserem e concentrar-se nas suas tarefas mais importantes.

Isto aumenta a qualidade do seu trabalho, a eficiência e o desempenho, produzindo colaboradores mais concentrados e empenhados que manter vivo o espírito de equipa.

Desafios das empresas híbridas

As empresas híbridas também enfrentam alguns desafios que precisam de ser resolvidos para manter o seu potencial de inovação. Alguns destes desafios são:

1. Interacções menos informais

Optar por trabalhar numa configuração híbrida pode significar perder as conversas espontâneas e as interacções sociais que acontecem no ambiente de escritório.

Estas interacções informais podem naturalmente fomentar a confiança, o relacionamento, a criatividade e a serendipidade entre colegas.

Sem ele, os empregadores podem ter mais dificuldade em criar uma cultura coesa e identidade para as suas equipas híbridas.

2. É mais difícil fazer brainstorming na mesma sala

Os trabalhadores podem considerar mais difícil gerar e partilhar ideias num ambiente virtual do que num ambiente presencial.

Podem ter problemas técnicos, barreiras de comunicaçãoou falta de empenhamento durante o processo de brainstorming em linha.

Além disso, os líderes empresariais podem ter dificuldade em facilitar processos de ideação eficazes para as suas equipas híbridas, conhecendo as diferenças entre os locais de trabalho e o tempo.

3. Elevada preparação tecnológica

Quem trabalha tanto em casa como no escritório precisa de ter acesso a ferramentas e tecnologias fiáveis para colaborar eficazmente.

No entanto, também precisam de ter as competências e a confiança necessárias para utilizar estas tecnologias e ferramentas de forma proficiente.

Ou seja, as empresas precisam de proporcionar formação e apoio adequados para que os seus empregados se adaptem às novas plataformas de colaboração e a outros sistemas relevantes.

4. Quem tem experiência

Ao contrário de um ambiente de escritório, as equipas remotas e os funcionários de escritórios híbridos podem ter mais dificuldade em saber quem tem experiência ou conhecimentos sobre um determinado assunto.

Podem não estar conscientes das competências ou conhecimentos dos seus colegas que trabalham à distância ou em locais diferentes.

Além disso, como um líder em inovaçãoSe a sua força de trabalho híbrida não for capaz de gerir as suas competências e conhecimentos, poderá ser mais difícil de controlar e gerir.

5. Criar espaço para conversa fiada

As equipas de inovação podem ter de criar mais oportunidades de conversa fiada e de conversas informais com os seus colegas híbridos do que com os seus colegas de trabalho.

Poderão ter de iniciar ou participar em conversas ou chamadas em linha que não estejam estritamente relacionadas com o trabalho, mas que visem antes criar relações e camaradagem entre os membros da equipa.

6. Menos oportunidades de socialização

Num modelo híbrido, pode ser mais difícil almoçar e conversar com os seus colegas de trabalho híbridos do que com os seus colegas de escritório.

Almoçar e falar sobre coisas aleatórias pode ser uma oportunidade valiosa para criar laços com as pessoas com quem trabalha. Esta é também uma oportunidade para trocar ideias e aprender uns com os outros.

Assim, para promover interacções informais e sociais entre equipas híbridas, os líderes de inovação poderão ter de oferecer mais opções, como pausas para café virtuais, jogos em linha ou eventos temáticos.

7. Aumento do stress

Trabalhar num ambiente híbrido torna mais difícil mover-se atrás da webcam. Ao contrário de trabalhar num ambiente físico, não poderá andar e falar com outras pessoas, o que tem efeitos positivos na criatividade, na saúde e na redução do stress.

Assim, num modelo de trabalho híbrido, os empregadores poderão ter de promover e criar mais opções de actividade física e de movimento para as equipas híbridas, tais como reuniões virtuais a pé, aulas de fitness em linha ou desafios de bem-estar.

8. Alcançar a zona de criatividade

Na maioria dos casos, é mais fácil para quem trabalha no escritório alcançar a zona de criatividade uma vez que a maioria das reuniões num modelo de trabalho híbrido são centradas na tomada de decisões, e estar sentado leva a isso mais frequentemente do que estar de pé e interagir.

Atingir a zona de criatividade é vital para gerar e implementação de ideias inovadoras.

Consequentemente, as empresas têm de criar e apoiar processos mais criativos e cativantes e actividades para equipas híbridas, nomeadamente brainstorming virtual, prototipagem, testes e iteração.

Quatro aspectos da inovação nas empresas híbridas

A inovação não é um acontecimento isolado, mas um processo contínuo que requer atenção e investimento.

Inovar com sucesso em empresas híbridas inclui considerar quatro aspectos: liderança, mentalidade, conjunto de competências e conjunto de ferramentas.

Liderança

Líderes desempenham um papel crucial na definição da visão, direcção e cultura da inovação em empresas híbridas.

Têm de comunicar clara e frequentemente a finalidade e os objectivos da inovação e a forma como estes se alinham com a estratégia e os valores da empresa.

Enquanto líder da inovação, também precisa de capacitar e apoiar as suas equipas híbridas para experimentarem, aprenderem e colaborarem para além das fronteiras.

E, mais importante ainda, é necessário modelar os comportamentos e atitudes que espera das suas equipas, como a curiosidade, a abertura e a resiliência.

Mentalidade

Para inovar em empresas híbridas, é necessário cultivar uma mentalidade de crescimento que aceite desafios, feedback e oportunidades de aprendizagem.

Também é necessário promover uma prática de colaboração que valoriza a diversidade, a inclusão e a confiança.

Para serem verdadeiramente bem sucedidos, todos precisam de ultrapassar os preconceitos cognitivos que podem impedir a criatividade e a tomada de decisões em geral.

Conjunto de habilidades

Diferentes aptidões e competências permitir que as equipas de inovação executem tarefas e resolvam problemas.

Por isso, todos têm de desenvolver competências sólidas em matéria de inovação e destacar-se especificamente no pensamento crítico, no pensamento criativo, no pensamento de concepção e no pensamento sistémico.

Membros da equipa de inovação deve também melhorar as suas capacidades de comunicação, colaboração e facilitação para trabalhar eficazmente em ambientes virtuais.

Fundamentalmente, se gere estas pessoas, tem de aprender e liderar a utilização de vários métodos e técnicas para gerar, avaliar e implementar ideias, como brainstorming virtual, prototipagem, testes e iteração para gerar ideias de alta qualidade.

Conjunto de ferramentas

O conjunto de ferramentas de que dispõe refere-se aos recursos e tecnologias que apoiam os seus processos de trabalho e resultados.

No entanto, se quiser fazer da inovação uma prática comumPara que a sua empresa possa trabalhar em conjunto, é necessário ter acesso a ferramentas fiáveis e seguras que permitam uma colaboração perfeita entre diferentes locais e fusos horários.

Mais importante ainda, as equipas de inovação precisam de ferramentas que as ajudem a captar, organizar e partilhar informações e conhecimentos.

Assim, é necessário tirar partido de ferramentas que estimular a sua criatividade organizacional e produtividade, como quadros brancos digitais, mapas mentais ou plataformas de gamificação.

Como inovar em empresas híbridas

Com base nestes quatro aspectos da inovação, eis algumas dicas práticas sobre como inovar em empresas híbridas:

1. Descrever e continuar a comunicar a forma como a sua empresa híbrida está a trabalhar

Certifique-se de que todos compreendem o visão, objectivos, expectativas e normas do seu modelo de trabalho híbrido.

Comunique regularmente com as suas equipas híbridas sobre os seus progressos, desafios, feedback e reconhecimento.

Utilizar vários canais e formatos para chegar a diferentes públicos e preferências.

2. Disponibilizar tecnologia no escritório e em casa para facilitar a colaboração (hardware):

Forneça aos seus empregados híbridos os dispositivos e equipamentos de hardware necessários para trabalharem eficazmente a partir de qualquer lugar.

Isto pode incluir computadores portáteis, webcams, microfones, auscultadores, monitores, teclados, ratos, etc.

Certifique-se de que estes dispositivos são compatível, fácil de utilizar e seguro.

3. Ter óptimas ferramentas para trabalhar em conjunto (software):

Fornecer as aplicações e plataformas de software necessárias que o podem ajudar colaborar de forma eficiente com qualquer pessoa.

Explore a videoconferência, o serviço de mensagens, o correio electrónico e a partilha de documentos, Gerenciamento de Projetose assim por diante.

Além disso, certifique-se de que estas aplicações e plataformas são fiáveis, fáceis de utilizar e integradas.

4. Oferecer orientações sobre a forma de trabalhar em conjunto em todos os cenários

Estabelecer directrizes claras e melhores práticas sobre como trabalhar em conjunto em diferentes cenários e situações.

Saiba como agendar reuniões, como realizar campanhas de inovação e outras formas de sessões de brainstorming virtuais, como dar e receber feedback, como resolver conflitos, etc.

5. A liderança tem de ser um exemplo de como trabalhar em conjunto numa empresa híbrida

Dê o exemplo. Ser transparente, autêntico e empático. Mostre curiosidade, abertura e resiliência.

Capacite as suas equipas híbridas para experimentar, aprender e colaborar para além das fronteiras.

6. Inovar em coisas novas para a inovação à distância:

Estar aberto a experimentar coisas novas e a explorar novas possibilidades de inovação à distância. Procure inspiração e ideias de outras fontes e sectores.

Experimentar diferentes métodos e técnicas para gerir e implementar ideias. Aprender dos seus fracassos e sucessos.

7. Estabelecer regras claras sobre o que fazer e o que não fazer

Estabeleça regras claras sobre o que é aceitável ou não no seu modelo de trabalho híbrido.

Isto pode incluir como se vestir, como se comportar, como comunicar e como tratar informações confidenciais no seu modelo de trabalho híbrido.

8. Educar todos os níveis de maturidade dos trabalhadores híbridos

Forneça aos seus empregados híbridos a formação e o acompanhamento adequados sobre como trabalhar de forma eficaz e inovadora num ambiente híbrido.

Isto pode incluir como utilizar a tecnologia e as ferramentas, como colaborar e comunicar, como gerir o tempo e a energia, e como equilibrar o trabalho e a vida.

Reconheça que diferentes funcionários podem ter diferentes níveis de maturidade e preparação para o trabalho híbrido e adapte o seu apoio em conformidade.

Estabelecer uma cultura de inovação

O trabalho híbrido veio para ficar e oferece muitas oportunidades para inovação e crescimento. Se seguir as dicas e os conhecimentos partilhados nesta publicação do blogue, pode quebrar o molde e liderar o caminho no novo mundo do trabalho.

Para facilitar com êxito a inovação em empresas híbridas, é necessário criar uma cultura de inovação que apoia e recompensa a experimentação, a aprendizagem e a colaboração.

No entanto, uma cultura de inovação não é algo que acontece de um dia para o outro. Pelo contrário, a cultura de inovação é algo que requer uma concepção intencional, uma acção consistente e uma melhoria contínua.

Além disso, também requer a vontade de se adaptar e evoluir à medida que o modelo de trabalho híbrido muda e amadurece.

Uma forma de promover uma cultura de inovação é utilizar a Accept Mission, uma plataforma gamificada que ajuda as equipas a gerar, avaliar e implementar ideias de uma forma divertida e envolvente.

A Accept Mission permite que as equipas colaborem de forma assíncrona em diferentes locais e fusos horários, utilizando vários métodos e técnicas de ideação e inovação.

A Accept Mission também ajuda as equipas a acompanhar e medir o seu desempenho e impacto na inovação, utilizando dados e análises. Ao utilizar a Accept Mission, as equipas híbridas podem libertar a sua criatividade e produtividade, levando-as a atingir os seus objectivos de inovação.

Reserve um demo de Accept Mission hoje.

Publicado em: Abril 28th, 2023Categorias: Innovation strategy

Publicações relacionadas

Neste artigo

Software de gerenciamento de ideias

Software de ideias e inovação

"Capacitar os inovadores da forma mais divertida"

Transferências gratuitas

"Descarregamentos para capacitar os inovadores"